O clareamento dental é um dos tratamentos estéticos mais procurados nos consultórios. Isso se explica pelo fato de ser um tratamento fácil e rápido que normalmente traz um resultado satisfatório.

É indicado para pacientes com dentes amarelados ou que queiram melhorar estética dos dentes. Porém, nem todos os dentes tem um bom prognóstico, pois alguma manchas intrínsecas não clareiam, como por exemplo dentes manchados por tetraciclina.

Além disso, devemos ressaltar que próteses e restaurações dentárias já existentes na boca do paciente não clareiam. A solução para estes casos é realizar o clareamento dental e posteriormente trocar estas próteses e restaurações.

Qualquer pessoa pode clarear os dentes? Quando é contra-indicado?
A partir dos 15 anos de idade qualquer pessoa pode clarear os dentes. No entanto, este procedimento não é indicado para pacientes que apresentam lesões cariosas, res-taurações deficientes, gengivites (inflamação na gengiva) ou problemas periodontais, que tenham sido submetidas à cirurgia gengival/ periodontal recentemente, ou que apresentem outros problemas que possam provocar hipersensibilidade durante o clareamento. O produto é ainda contra-indicado para pessoas que apresentam reações alérgicas. Também desaconselhamos sua realização em gestantes e lactantes.
Lembrando que é um tratamento como outro qualquer e deve ser supervisionado por um dentista. Desta forma, o profissional deve avaliar a condição bucal do paciente e indicar ou não o tratamento.

Quando escolher o clareamento caseiro, consultório ou combinado?

Não existe uma regra para se escolher um clareamento caseiro, de consultório ou combinado. Para obtermos sucesso o ideal é a execução criteriosa do protocolo clínico, os quais dependem de um diagnóstico correto da etiologia das manchas, do conhecimento do mecanismo de ação dos agentes clareadores. A seleção da técnica deve levar em consideração diversos fatores, como o histórico do paciente, idade, o grau de coloração do dente, o estilo de vida do paciente, sua disciplina, sensibilidade ao tratamento, a rapidez desejada no clareamento, além dos exames clínicos e radiológicos.